6 lições que devemos aprender com a cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016

Ainda me lembro quando assisti encantada a abertura das Olimpíadas de Londres em 2012 e fiquei me perguntando se o Brasil conseguiria atingir o mesmo nível de qualidade, não por falta de profissionais capacitados, afinal de contas produzimos todos os anos o maior espetáculo da terra, mas por questões de recursos físicos e financeiros.

Em 2014 na abertura da Copa do mundo confesso que fiquei decepcionada pois apesar das limitações técnicas acredito que poderíamos sim ter feito melhor.

Então chegamos finalmente a abertura das Olimpíadas do Rio, muitas foram as especulações durante o período que antecederam o grande dia, mas ao final o espetáculo mostrado ao mundo foi maravilhoso e muito elogiado e de tudo o que ouvimos e vimos nós profissionais de eventos podemos tirar algumas lições:

1 – Simplicidade – menos é sempre mais

A festa de abertura custou 1/10 do que custou a abertura das Olimpíadas de Londres, mas isso não foi empecilho algum para conseguir transmitir nossa história e cultura e emocionar o mundo.

Li no twitter o comentário de um estrangeiro dizendo que o Brasil com sua emoção conseguiu superar o luxo de Londres e a ostentação de Pequim.

Quando se trabalha com um orçamento baixo é importante tanto o organizador quanto o cliente ter consciência desse limite, e cabe aos profissionais orientar quanto ao melhor aproveitamento dos recursos de forma que as expectativas sejam atendidas de forma realista.

abertura-olimpiadas-maracana-rio-2016-ivan-029

2 – Os convidados dão o tom

De nada adianta boa comida, a melhor banda, uma cenografia impecável se os convidados não forem animados e interagirem na festa. O sucesso de qualquer evento depende em boa parte dos seus participantes, por isso principalmente em eventos sociais é necessário algumas vezes deixar os gostos pessoais de lado e pensar naquilo que agradará aos participantes.

Buscar conhecer os convidados, seus gostos e hábitos podem ajudar muito na hora de decidir as atrações e cardápio da festa afinal não tem nada fiasco maior que servir caviar a um público que gosta de coxinha ou tocar pagode a apreciadores de música clássica.

rio 2016 3

3 – Ter proposito

Todo evento deve ter um proposito, ou seja, uma razão de ser realizado. Em um aniversário se comemora a vida, em um casamento o amor.

Isso não deve de forma alguma ser apagado ou esquecido, muitas pessoas (principalmente noivas) colocam elementos secundários acima do proposito principal, isso gera stress, ansiedade e insatisfação. Como profissionais de eventos devemos sempre orientar e ajudar nossos clientes a nunca se esquecerem do proposito principal de seu evento.

rio-2016-cerimonia-abertura

4 – É preciso criar um enredo

Um dos nossos maiores problemas hoje é a cópia, tudo se copia sem nem saber o porquê e para que.

Na cerimônia de abertura através da cenografia, da música, da poesia, do figurino uma história foi contada do princípio ao fim.

Em eventos sociais é a mesma coisa, afinal toda pessoa tem uma história para contar, captar a essência de cada um e através de um evento conseguir transmiti-la é o que gera o diferencial e encanta os convidados.

Todos os elementos de um evento devem estar interligados e contar uma história, transmitindo a personalidade e a cultura daqueles que recebem.

31st Rio 2016 Olympics / Opening Ceremony Illustration / Olympic / Artist Figurant / Maracana stadium / Summer Olympic Games / (c)Tim De Waele

5 – Respeito a diversidade

É necessário respeitar a cultura, as tradições, os hábitos, a religião e os valores dos outros. Se você considera que algo vai contra seus princípios é melhor recusar o trabalho do que querer impor a sua crença ou o que quer que seja.

Vivemos num país diverso no qual a constituição garante liberdade de religião e consciência então nunca tente impor a sua realidade aos seus clientes, ouça, escute e aprenda. Nunca critique ou menospreze os desejos, valores e as opções de ninguém.

abertura-olimpiadas-maracana-rio-2016-ivan-032

6 – Sustentabilidade

Precisamos sempre pensar em minimizar ao máximo o impacto  e garantir que nosso planeta tenha um futuro.

Como profissionais devemos orientar e providenciar para que nossos eventos sejam cada dia mais sustentáveis, minimizando ao máximo a produção de lixo, verificando se os resíduos sejam coletados e tenham uma destinação correta, devemos desenvolver ações sociais e a conscientização e isso sim é possível em qualquer tipo ou porte de evento.

rio 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *